Um guia para preparar seu mix para o LANDR

Nós achamos legal que os mixes sejam coisas pessoais e que todos tenham seu estilo próprio. Nós não queremos que você se sinta muito restrito quando você mixa, então só há algumas coisas que recomendamos para obter os melhores resultados possíveis do mecanismo de masterização.

Eles têm a ver com a dinâmica e o headroom máximo.

 

Dinâmica

Quando se trata de dinâmica, há algumas coisas a ter em mente ao preparar seu mix para o LANDR.

Uma faixa dinâmica tem uma variedade de material que vai relativamente de silencioso para alto. Você também pode pensar sobre a dinâmica em uma escala mais micro - como a diferença de nível ou intensidade entre os sons em sua faixa.

A masterização envolve técnicas de compressão que usam esse espaço para adicionar intensidade e presença para melhorar o seu mix - se o alcance dinâmico já se acabou - não há muito o que o LANDR pode fazer nesse aspecto.

O principal culpado por trás das mixagens com baixo alcance dinâmico é a compressão ou a limitação. Nós entendemos, usando a compressão e limitando o som ou a saída estéreo do seu mix aumenta a intensidade do seu som, e você quer que o seu mix seja GRANDE! - mas se você está planejando usar o LANDR para esse toque final - o LANDR cuidará disso para você. Se você gosta de mixar alto, não se preocupe - basta ligar seus monitores!

O LANDR usa essas dinâmicas que você deixa, por isso recomendamos não adicionar quaisquer plugins dinâmicos que normalmente são usados ​​durante o processo de masterização (ou seja, limitadores e compressores) para o seu canal mestre por causa da intensidade de volume. Você pode ter definitivamente plugins no seu bus principal, apenas não aqueles que estão lá estritamente para empurrar seu mix para o limite!

Compressores são por muitas vezes uma ferramenta vital usada para controlar a dinâmica - o que nós encorajamos totalmente. Controlar sua dinâmica usando compressão pode contribuir para uma melhor masterização. Mas muitas vezes parece melhor adicionar pequenas quantidades de compressão em diferentes estágios no processo de mixagem do que adicionar mais ao final. Então, adicionar alguma compressão em faixas individuais é tranquilo, desde que não esteja trabalhando muito forte e esmagando sua faixa!

Nunca lhe diremos que existe apenas uma maneira de mixar - isso simplesmente não é verdade. Então, se você preferir mixar quente - vá em frente! Mas nós encorajamos você a experimentar com seu mix e ver os diferentes resultados que você pode obter com o LANDR. Esta é a melhor maneira de descobrir como você gosta de masterizar.

 

Pico de Headroom

A próxima coisa a considerar é pico de Headroom. Pico de Headroom é crucial para masterizar porque novamente, o LANDR usa o espaço que você deixa para aplicar todos os seus ajustes de masterização. LANDR fica restrito no que pode fazer no seu mix se não tiver espaço para rodar.

O mix final deve ter uma quantidade razoável de headroom (o espaço entre os níveis de pico mais altos e 0dBFS, que é o nível máximo que áudio digital pode ter). Mirar  para ter cerca de 6dB de espaço livre é bom e seguro, o que significa que a saída mestre (todo o sinal combinado de suas faixas) deve atingir um pico em torno de -6 dBFS. -6 dB é generoso - recomendamos isso para que seja seguro. Não tem problema se alguns picos atingirem mais de -6 dB, apenas certifique-se de manter alguns dB de headroom. Lembre-se de que estamos falando sobre seus sons mais altos aqui, não seu nível médio.

Não fique atrapalhado nos números - a maior preocupação é o pico acima de 0 dBFS. 0 dBFS é o limite digital antes da ocorrência de distorção. É por isso que o seu medidor fica vermelho! Portanto, evitar isso é o seu principal objetivo.

NOTA! É sempre melhor alcançar pico de headroom mixando ao invés de tomar um atalho e usar seu fader mestre (deixe-o em 0). Às vezes, isso é aceitável, mas porque não podemos ver a sessão de mesquim, recomendamos que isso seja seguro.

A melhor coisa que você pode fazer é manter essas coisas em mente quando você começa a mixar, para que você não fique brigando no final!

 

Confira mais detalhes nestas postagens do blog que publicamos:

Como preparar sua mix para masterizar com LANDR

7 truques para criar headroom e como isso salvará seu mix

 

Depois de exportar o seu áudio da sua DAW, certifique-se sempre de verificar se o arquivo é reproduzido corretamente e é a duração correta antes de fazer o upload para o LANDR.

Checklist:

  • Evite usar compressores ou limitadores em sua saída mestre apenas por causa da intensidade (LANDR cuidará disso para você).
  • Certifique-se de que nenhum dos seus canais de mixagem esteja clipando acima de 0 dBFS (incluindo o seu mestre!)
  • Mire para um mix dinâmico com algum pico de headroom
  • Se você consumiu a maior parte de sua faixa dinâmica usando compressão e / ou limitação, criando headroom baixando o fader mestre, normalizando ou a diminuindo o seu limitador não ajudará - pico de headroom real só é valioso se sua faixa ainda tiver alguma dinâmica disponível

 

Plug-ins (eu preciso deles ou não?)

PLUG-INS! Use as ferramentas que você achar necessárias para que o seu mix fique melhor. Você faz as regras aqui - MAS LEMBRE-SE - deixe LANDR cuidar da intensidade geral. Não se preocupe com isso quando você está mixando. Escolha alta intensidade para que o seu mix tenha o nível de uma masterização comercial.

NOTA: Plugins que simulam aparelhos analógicos (não linear): Dê uma olhada em todos os seus plugins. Quantos são modelados por equipamentos analógicos antigos como compressores, EQs, canais de console, etc.? Se a modelagem foi feita corretamente, a maioria desses processadores se comportará como os aparelhos analógicos que eles querem imitar. Por isso, quanto mais você empurrá-los, mais eles começarão a saturar, distorcer e introduzir o "ruído da unidade". Isso nem sempre é uma coisa ruim e pode ser usado para fins criativos, mas, em geral, se você estiver empurrando todos os seus plugins com níveis elevados, seu mix começará a parecer frágil, áspero e bidimensional. Então, se você acha que as suas masterizações de LANDR não estão saindo como você esperava - confira sua cadeia de plugins e certifique-se de que você não está usando eles demais sem querer.

 

Devo adicionar compressão, limitação? Dithering?

Produtores de música e engenheiros também usam plugins de maneiras criativas, todos têm seus pequenos truques e nós adoramos isso.

Como nós mencionamos, os Compressores são muitas vezes uma ferramenta vital usada para controlar a dinâmica e nós encorajamos você a usá-los conforme necessário. Basta lembrar que LANDR pode fazer mais pelo seu mix se você for mais suave e mais calculado com suas técnicas de compressão. A compressão pode consumir o seu alcance dinâmico e quanto mais forte você aplicá-lo (especialmente quando usado em todo o mix) - menos você está dando para o LANDR para trabalhar.

Os limitadores também são úteis. Use estes onde quer que você queira, mas não recomendamos colocar um em seu canal mestre e empurrá-lo por causa da intensidade geral - LANDR é especialista nisso e vai cuidar dele para você.

Dithering é um assunto bastante técnico, mas você não precisa se preocupar demais com isso - apenas se preocupe em o fazer o menor número de vezes possível. Se você tiver que baixar a profundidade de bits em uma sessão enquanto trabalha em um projeto, você deve aplicar o dither. No entanto, a melhor prática é utilizá-lo apenas uma vez e tradicionalmente no último passo antes da duplicação ou distribuição. Isso significa que, se você estiver preparando suas faixas para o LANDR ou um engenheiro de masterização, você deve tentar evitar reduzir a profundidade do bit. LANDR irá diminuir a profundidade de bits para você. A maioria das estações de trabalho de áudio digital terá a opção de desligar o dither ao exportar.

Atualizado

Este artigo foi útil?

Utilizadores que acharam útil: 733 de 779

Tem mais dúvidas? Submeter um pedido